FIV/ICSI com recepção de óvulos doados

A recepção de óvulos é prática permitida no Brasil, considerando-se algumas regras. A prática permitida no país é a doação compartilhada de óvulos, onde a doadora compartilha parte de seus óvulos (o excedente ao seu tratamento) e a receptora de óvulos compartilha dos custos do tratamento da doadora. A doadora deve ser uma paciente que tem indicação médica para realizar a fertilização in vitro e preencher critérios para ser doadora de óvulos. Deve ter tipo sanguíneo e características semelhantes, bem como seus familiares, às do casal receptor de óvulos. A doadora é sempre uma paciente que também deseja ter filhos e tem indicação de realizar a fertilização in vitro. Portanto, ela é assegurada de que caso produza menos óvulos do que o esperado para suprir a demanda de duas pacientes, a prioridade será sempre dela. Nessa situação, o tratamento da receptora é suspenso e reiniciado quando houver outra doadora de óvulos disposta a realizar tratamento. A doação deve ser anônima e não ter nenhum fim lucrativo. A doadora e receptora não podem se conhecer. Leia mais legislação em reprodução assistida.

Comments are closed.

WhatsApp
Enviar WhatsApp